Quando Não Deve Usar Drupal?

when not to use drupal

Quando Não Deve Usar Drupal?

Quando se trata de gestão de conteúdos, Drupal é a plataforma mais utilizada. Esta plataforma é utilizada por todo o tipo de clientes, sejam eles grandes empresas, governos, instituições de ensino superior ou organizações não governamentais.

Flexível e altamente escalável, o Drupal permite a gestão de conteúdos no site, diferentes ações em vários idiomas e está preparado para diferentes dispositivos.

É uma ferramenta incrível, mas devido à sua versatilidade e completude, por vezes os programadores acabam por usar Drupal, não sendo a melhor opção e aumentando a complexidade do projeto, desnecessariamente. Afinal, em que situações não deve usar Drupal?
 

Drupal é e foi destinado a ser um Sistema de Gestão de Conteúdos

Tendo em conta esta afirmação, pode-se argumentar que cada site tem algum tipo de conteúdo, mas não é qualquer tipo de conteúdo que deve ser "gerido" com o Drupal. Além disso, isso não significa que precisamos de um Sistema de Gestão de Conteúdos para cada site que existe.

Drupal é uma boa opção quando estamos preocupados com a gestão de fluxos de conteúdo entre vários utilizadores no nosso sistema. Como regra básica, uma boa lista de verificação para saber se devemos utilizar Drupal inclui os seguintes pontos:
 

  • A aplicação tem diferentes utilizadores.

  • Os utilizadores podem ter diferentes papéis que definem diferentes permissões e tarefas dentro do sistema.

  • Utilizadores trabalham em conjunto em cima de algum tipo de conteúdo compartilhado.


Tal sistema é difícil de construir a partir do zero, devido à sua complexidade. É aí que entram as ferramentas como o Drupal. A ferramenta permite começar com uma boa base, em vez de ter que implementar tudo por si mesmo.

Tendo em conta estas especificações, existem muitos websites que foram construídos com o Drupal e não deveriam ter sido, alguns deles são exemplos bem conhecidos e têm bastantes visualizações.
 

Que tipos de sites não devem ser construídos com base em Drupal?

Sites de brochura são sites que promovem serviços ou empresas. Estes sites são simples e podem ser visualizados por todo o tipo de utilizadores.

Apresentam serviços com palavras eficazes e imagens cativantes. Podem apresentar páginas de redes sociais, contactos, envolver clientes em várias plataformas, mostrar alguns comentários, etc.

Drupal não é uma boa alternativa para esses sites, uma vez que existe uma complexa infra-estrutura envolvida: servidores, bancos de dados, atualizações de segurança que devem ser tidos em conta.

Ao usar o Drupal é necessário manter o sistema atualizado. Se algum problema de segurança for corrigido por updates de segurança será necessário atualizar o sistema para estar protegido.Tal abordagem não faz sentido neste tipo de sites visto que leva a elevados custos de manutenção.
 

Aplicações de propósito único centram-se numa resposta a um problema singular.

Estas aplicações são na maioria das vezes pouco complexos. Sendo assim, é possível simplificar a sua infra-estrutura. Não vamos precisar do exagero estrutural que é o Drupal.

Para além de mais, se lidamos com uma enorme base de utilizadores talvez seja melhor deixar de lado o HTTP, a fim de aumentar a escalabilidade do nosso sistema.

Algumas ferramentas como o node-js são uma boa opção, mas como todas as coisas, há uma série de variáveis ​​a considerar antes de optar pela melhor opção. Cada caso é um caso.
 

Os jogos são geralmente mais complexos do que aplicações de propósito único.

Geralmente, exigem tarefas como partilha de resultados e algumas informações entre utilizadores. Por regra, não vamos precisar de Drupal para este tipo de tarefas.

Para além disso, provavelmente vamos querer construir toda a estrutura por nós mesmos, para manter tudo bem estruturado e manter o melhor desempenho possível.
 

Ok, então em que situações deve usar Drupal?

USEM Drupal para sites de conteúdo com múltiplos estados e múltiplos utilizadores. Um bom exemplo são os sites em que temos vários utilizadores que interagem e publicação de conteúdo. Na maioria das vezes, esse conteúdo pode ter vários estados e cada utilizador pode estar envolvido em um estado em particular. Por exemplo, num determinado estado, um utilizador edita conteúdo e no seguinte estado outro utilizador é responsável por rever e publicar o conteúdo.

USEM Drupal para a versão móvel do vosso site Drupal actual.


Concluindo, Drupal é uma ferramenta incrível, mas não é aplicável a todos os tipos de websites. Cada novo trabalho é um trabalho diferente e devemos ser capazes de escolher as melhores ferramentas para o fazer.